Alimentação no domicílio surpreendeu bastante, está com deflação em 12 meses, diz Guillen

Alimentação no domicílio surpreendeu bastante, está com deflação em 12 meses, diz Guillen

 


"Já a inflação de serviços segue resiliente, relacionada ao consumo e a medidas contracíclicas ainda em vigência", afirmou Diogo Abry Guillen

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Diogo Abry Guillen, disse na manhã desta sexta-feira, 1, que, após o pico na metade de 2022, a inflação brasileira vem caindo desde então, mas segue acima do centro da meta inflação.

"A alimentação no domicílio surpreendeu bastante, está com deflação em 12 meses. Já a inflação de serviços segue resiliente, relacionada ao consumo e a medidas contracíclicas ainda em vigência", afirmou, em palestra no evento Barclays Day, na capital paulista.

Diogo Abry Guillen lembrou, ainda, que as expectativas mais longas do mercado para a inflação estão estáveis, mas ainda permanecem acima da meta: em 3,5% para 2025, 2026 e 2027, ante um objetivo contínuo de 3,0%.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem